ISTAS HAL

Será que vivemos em mundos diferentes?

Por Pedro Pereira

     Entre tantas outras coisas do dia-a-dia, há principalmente duas que ainda não consegui entender neste mundo dos Turistas Itinerantes:
A primeira delas, qual a razão dos autocaravanistas, caravanistas e “furgoneteiros” não se entenderem. Parece que vivem em mundos diferentes, em realidades diferentes, com objetivos diferentes e distantes uns dos outros. Não entendo!
A segunda coisa que não entendo, apesar de tentar todos os dias fazer algo por ela, é o facto do no nosso país, na generalidade, e das autoridades públicas e privadas em particular, ainda não terem percebido a importância de unirem esforços e obterem vantagens para a economia em geral e especialmente para a economia local, da presença, visita e permanência destes turistas itinerantes, a maioria com poder de compra acima da média.
     Portugal não possui uma rede organizada para lhes dar apoio. Não explora o potencial existente na presença de milhares destes turistas itinerantes. Que pena!
     De realçar que recebemos visitantes dos países a norte da Europa que, para fugirem ao rigor do frio, passam os meses de Inverno no sul de Portugal.
     Só teremos que ter o interesse, engenho e capacidade para, à sua passagem, atraí-los e aliciá-los a explorarem as riquezas culturais, monumentais, naturais e gastronómicas do interior de Portugal, daí obtendo dividendos distribuídos pelo território nacional, evitando que nos passem ao lado e se dirijam diretamente ao destino final onde permanecerão semanas a fio.
     Na prossecução deste objetivo a AC Parking Areas, área de serviço e de manutenção com todos os serviços de apoio, e que não distingue caravanistas de autocaravanistas ou de “furgoneteiros”, tem em mãos um projeto para a criação de uma rede de apoio aos turistas itinerantes – AC Motorhome Network Portugal – no norte de Portugal, aberto a todos aqueles que acreditem neste projeto, e que pretendam aderir e colaborar de forma ativa e construtiva.
     Esta rede pretende criar e divulgar pelos principais pontos da Europa, de onde são originários, os pontos de apoio, serviço e de manutenção.
     Já está tudo inventado. Basta percorrer a Europa. Os exemplos estão aí …
     Pretendemos, por isso, integrar: guia + Mapa, ASA’s privadas, públicas, quintas, adegas, restaurantes, municípios e outros que queiram aderir e participar na rede.

     Juntos seremos melhores!

www.acparkingareas.com